Fim da humanidade.

A nossa expectativa no outro.

Sim...ela é o bem e o mal,
nos faz ter esperança,
depois nos põe na lembrança
tudo que não nos aconteceu.

Então ficamos perdidos
com sentimentos partidos
pois parte de nossas vontades
por causa do outro, se perdeu.

Aqueles amores não correspondidos,
aqueles fatores por nós escondidos,
nos dão a frustração dos sentidos.

E assim,
jogamos fora amizades,
preferindo lamento
à realidade,
criando tormentos,
matando lealdades,
fugindo pra dentro
da própria vaidade
do não compreender
o segredo do se expor.

Mostrar o carinho,
o amor, o afeto,
a paixão, a amizade, o sexo,
sem aguardar o retorno
do que sua expectativa no outro criou.

Se mostre,
se goste,
goste...
não aguarde sentimento recíproco,
sinta, conte, vibre,
independente do que o futuro te mostrar.

Eu quero de volta,
humanidade,
não essa troca,
até da maldade,
onde tudo que dou
serve só pra obter algo em troca.
Se doe em vão...
Ame a toa...
-------------------------------
Marco Paschoal

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pra você.

Ser Ilha!