Das nuvens.

É, eu preciso de algumas nuvens!

Para notar a altitude
e reparar nas atitudes
e assim poder voar.

E então, sonhar com elas,
como se fossem janelas
e na espreita lhe esperar.

Depois, te levar comigo
conhecer o meu abrigo
nem que seja como amigo,
eu também vou adorar.

Quem sabe assim
serei um tantinho diferente
e no meio de tanta gente
esse seu olhar, por mim anuviar.

Marco Paschoal

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pra você.

Ser Ilha!