E de repente ...

E de repente [...]
outro ser surgiu
quando o outro ser partiu,
e a alma mudou
bem melhor ficou
e a alegria fincou
uma linda estaca na dor
declarando a morte
daquele antigo rancor.

Sem declamar louvor,
tudo se aliviou.

Hoje és puro amor
onde olhas vê flor
onde andas, clamor...
por tudo e todos que vê,
desejas amor.


Marco Paschoal

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ser Ilha!

Pra você.